Salada Verde

Ministério abre inscrições para cursos a distância na área socioambiental

São 10 cursos gratuitos nas áreas de agricultura familiar, água, mudança do clima, unidades de conservação, consumo sustentável. Inscrições vão até o dia 10 de março

Sabrina Rodrigues·
7 de março de 2018·6 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
O Ministério do Meio Ambiente (MMA) promove os primeiros cursos deste ano na modalidade Educação à Distância (EAD). Inscrições vão até o dia 10 de março. Foto: Matthew Bowden/Wikicommons.

 

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) promove os primeiros cursos deste ano na modalidade Educação à Distância (EAD). Sem precisar sair de casa para aperfeiçoar os conhecimentos na área socioambiental, os interessados têm até o dia 10 de março para se inscreverem no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) do MMA.

Ao todo são 10 cursos gratuitos oferecidos pelo órgão, nas áreas como agricultura familiar, água, mudança do clima, unidades de conservação, igualdade de gênero, participação social e consumo sustentável. Os cursos possuem carga horária total que vão de 20 a 180 horas.

Os cursos oferecidos são:

1-Apoio à implementação do Programa de Educação Ambiental e Agricultura Familiar _ PEAAF – voltado para gestores e servidores públicos, profissionais de ensino, representantes de organizações da sociedade civil, lideranças de movimentos de campo, o curso tem o objetivo de capacitar agentes públicos e representantes de organizações da sociedade civil para o desenvolvimento de políticas públicas, programas e projetos de Educação Ambiental no contexto da Agricultura Familiar.

2- Crianças e o Consumo Sustentável – com o curso,  pais, mães, educadores de crianças poderão trabalhar o conhecimento para construírem valores mais sustentáveis com as suas crianças, desestimulando o consumir por consumir e incentivando a prática de brincadeiras, hábitos e atitudes muito mais saudáveis e sustentáveis.

3- Juventudes, Participação e Cuidado com a Água – Para  jovens, ativistas e membros de instâncias colegiadas do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos (SINGREH) e do Sistema Nacional do Meio Ambiente (SISNAMA), que já atuam ou possuam interesse em atuar em iniciativas de cuidado com a água ou mesmo nas instâncias formais de gestão da Política de Recursos Hídricos. O curso pretende propiciar elementos para uma percepção sistêmica e integrada da água, para a reflexão e avaliação crítica da problemática da água no Brasil e no mundo, bem como de avaliação estratégica do potencial de incidência das juventudes nas políticas e ações de águas no país, numa perspectiva inclusiva, dialógica e de atuação em rede.

4- Educação Ambiental e Mudança do Clima – O curso objetiva colaborar com a formação e a informação sobre a temática, compreendendo a interface entre Educação Ambiental e Mudanças do Clima. Público-alvo:  gestores e educadores ambientais, podendo ser aberto para público em geral.

5- Educação Ambiental e Mudanças do Clima para Gestores – Fornece material técnico e institucional, para a administração pública, sobre estratégias de mitigação e adaptação à mudança do clima, bem como algumas estratégias para o gestor público realizar uma gestão urbana de baixo carbono. Público-alvo: gestores públicos municipais e gestores estaduais.

6- Estruturação da Gestão Ambiental Municipal –  Gestores, servidores, funcionários das prefeituras e conselheiros municipais, através desse curso, serão capacitados a apoiar os Municípios na estruturação institucional e o fortalecimento da gestão ambiental municipal, com a ótica da sustentabilidade socioambiental territorial, a disseminação de conhecimentos e a reflexão crítica acerca de assuntos que visam à melhoria da gestão ambiental pública.

7- Formação de Agentes Populares de Educação Ambiental e Agricultura Familiar – O curso pretende capacitar agentes populares para identificar e refletir criticamente as questões socioambientais em seu território, de forma a promover a mobilização e sensibilização social para a realização de ações que resultem na melhoria da qualidade de vida e conservação dos recursos naturais no meio rural, bem como a elaboração e implementação de políticas públicas, ações e projetos de educação ambiental no contexto da agricultura familiar. Curso voltado a juventude rural, agricultoras e agricultores, agentes comunitários e agentes públicos, a partir de 16 anos, com Ensino Fundamental completo.

8- Igualdade de Gênero e Desenvolvimento Sustentável – O curso visa sensibilizar e capacitar os gestores públicos de todas as áreas sobre a problemática da desigualdade de gênero e a importância da transversalização dos temas “gênero” e “desenvolvimento sustentável”. Voltado para gestores públicos de todas as áreas, federais, estaduais e/ou municipais.

9- Participação Social e Cidadania Ambiental: fortalecer a democracia para promover a sustentabilidade – Público-alvo: gestores e servidores do MMA e vinculadas; Gestores e servidores de órgãos e entidades estaduais, municipais e distrital de meio ambiente; Conselheiros de órgãos consultivos e/ou deliberativos; Comissões organizadoras estaduais, distritais e municipais; Delegados da Conferências Nacional do Meio Ambiente (CNMA); Sociedade civil em geral; Adultos em faixa etária ampla; Escolaridade variada. O curso objetiva capacitar gestores, servidores, técnicos ambientais e sociedade civil, visando à ampliação e qualificação da participação social, nas esferas federal, estadual e municipal.

10- Tornar a Unidade de Conservação visível: estratégia para promover articulações e captar recursos – Para formuladores e executores das políticas governamentais relacionadas a UCs em âmbitos federal, estadual e municipal, o curso pretende facilitar o acesso a recursos e parcerias pelas Ucs por meio da educação ambiental e da comunicação.

*Com informações da Assessoria de Comunicação do Ministério do Meio Ambiente

 

Saiba Mais

Inscrições de Cursos a Distância (MMA)

Cursos

 

Leia Também

Governo oferece cursos a distância na área socioambiental

INEA promove curso com gestores do Rio de Janeiro

Unirio abre o primeiro Mestrado em Ecoturismo e Conservação do país

 

 

 

  • Sabrina Rodrigues

    Repórter especializada na cobertura diária de política ambiental. Escreveu para o site ((o)) eco de 2015 a 2020.

Leia também

Notícias
27 de janeiro de 2016

Unirio abre o primeiro Mestrado em Ecoturismo e Conservação do país

A Universidade também criará um Centro de Pesquisas em Turismo e Conservação. Objetivo é capacitar quem trabalha ou pretende trabalhar em áreas protegidas

Salada Verde
26 de março de 2015

INEA promove curso com gestores do Rio de Janeiro

Instituto que administra as áreas protegidas do estado reuniu esta semana 50 profissionais para debater como aprimorar os parques.

Salada Verde
14 de dezembro de 2017

Governo oferece cursos a distância na área socioambiental

São nove cursos com temas diversos na área de meio ambiente com 2 mil vagas cada. As inscrições vão até o dia 20 deste mês

Mais de fruity slots

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.